Facebook RSS
magnify
Home Notícias Vendas de caminhões ganha impulso com apoio do governo
formats

Vendas de caminhões ganha impulso com apoio do governo

As vendas de caminhões deram uma acelerada nos últimos dias! O BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social) publicou a portaria que regulamentou a nova linha de crédito PSI-Finame com juros de 2,5% ao ano, a medida é válida até 31 de dezembro.
O governo já havia anunciado as condições vantajosas desse financiamento desde o fim de agosto, porém, só a partir do fim de setembro, com a operacionalização da medida, os pedidos de compra financiada se intensificaram. A fila de espera nas concessionárias de caminhões estão chegando a  até 100 dias, devido a gigantesca procura pelos modelos após a liberação do financiamento.

De janeiro a agosto, a retração na fabricação de caminhões foi de 40% frente a igual período de 2011 e a comercialização diminuiu 20% pela mesma comparação, segundo dados da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores). Agora, com a condição atrativa, empresas de transportes veem mais motivos para renovar suas frotas. Com isso, as expectativas dos concessionários melhoraram.


Além da linha de crédito favorável, há outros fatores que ajudam, salienta o presidente executivo da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), Alarico Assumpção Júnior. “Historicamente, o segundo semestre é melhor”, afirma. Mas ele cita, que apesar do impulso, os licenciamentos ainda devem registrar queda de 19% em 2012 frente a 2011.
Além da facilidade no financiamento o governo também liberou uma medida tributária que foi adotada recentemente pelo governo federal e também deve ajudar a elevar as vendas de caminhões. Trata-se da mudança na cobrança do IR (Imposto de Renda) do caminhoneiro autônomo, que antes incidia sobre 40% do faturamento e, a partir de 2013, passa a ser sobre 10%. Esse é um segmento importante. De toda a frota que faz o transporte rodoviário, os autônomos representam de 62% a 67%.
O que você achou dessa notícia? Comente o que achou e compartilhe!

Visite o site da Minasmáquinas!

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *