Facebook RSS
magnify
Home Notícias Risco de queimadas aumentam com chegada do inverno
formats

Risco de queimadas aumentam com chegada do inverno

Published on 18 de junho de 2014 in Notícias

queimadas

O clima seco caracterizado por um dos piores períodos de estiagem dos últimos tempos, junto à proximidade da chegada do inverno, foram os principais motivos para a ARTESP – Agência de Transporte do Estado de São Paulo –  e as concessionárias de rodovias iniciarem diversas ações para minimizar os efeitos das queimadas, grandes vilãs na beira das rodovias de São Paulo nessa época do ano.

Em um levantamento feito entre 2011 e 2013, nos meses de inverno, a porcentagem chegou entre 50% e 60% de todas as ocorrências registradas ao longo do ano e com base nesses dados, a Agência e as concessionárias promovem uma campanha de conscientização dos motoristas, que integra a Operação Corta Fogo – programa composto de ações conjuntas que que envolvem também a Secretaria do Meio Ambiente, o Corpo de Bombeiros, a Defesa Civil Estadual e outros órgãos.

Quanto as principais causas de queimadas nas rodovias do Estado, o lançamento de bitucas de cigarros lidera a lista, seguido de outros geradores como a utilização de fogo para limpeza de terrenos, queima de lixo, fogueiras e queimadas para fins agrícolas. Vale ressaltar que tanto o meio-ambiente quanto os motoristas são prejudicados, uma vez que a fumaça reduz a visibilidade, o que pode levar a acidentes, principalmente envolvendo colisões traseiras.

O motorista que se deparar com queimadas nas rodovias deve avisar os órgãos competentes e além disso, deve também tomar algumas precauções para prevenir acidentes, como fechar o vidro do automóvel, manter distância segura do veículo da frente, trafegar com farol baixo aceso, não ligar o pisca alerta com o veículo em movimento e não parar na faixa de rolamento.

Para obter mais informações, acesse: http://bit.ly/1hUBpJb

Para ler mais notícias, clique em blog.minasmaquinas.com.br  . Informações sobre a  Minasmáquinas visite nosso site. Siga-nos no Twitter e Facebook .

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *