Facebook RSS
magnify
Home Na estrada Saúde e segurança dos caminhoneiros são prejudicadas por remédios e alcool
formats

Saúde e segurança dos caminhoneiros são prejudicadas por remédios e alcool

Published on 7 de maio de 2013 in Na estrada

caminhao-na-estrada-mercedes-benz-1634-e1328543107208-590x302Na estrada todo cuidado é pouco, e é importante manter o foco nas precauções básicas no trânsito para não causar acidentes além de manter a saúde do motorista. Foi publicada no portal O carreteiro uma lista sobre o que evitar nas rodovias. Entre os males que colocam em risco motoristas e passageiros está o excesso de peso sobre os eixos do caminhão, erro muito comum entre condutores e transportadores.

Dois dos principais inimigos da direção segura são a sonolencia e o cansaço. Para evitar sentir sono enquanto trafega, é recomendável que o motorista procure fazer refeições leves e não consuma remédios que interfiram na concentração e na capacidade de conduzir. É importante também tentar fazer paradas regulares a cada duas horas de trabalho, evitar viajar à noite e ter alguém com quem revezar na direção.

Nunca utilize drogas como REBITE e ÁLCOOL. O rebite é o nome popular para uma droga chamada anfetamina, um estimulante do sistema nervoso central que faz com que o cérebro trabalhe mais depressa e cause a falsa impressão de redução da fadiga.  Porém faz muito mal a saúde, alguns dos resultados do seu uso são a diminuição dos reflexos e o aceleramento dos batimentos cardíacos, podendo desencadear crises de pânico e lesões irreversíveis no cérebro.

E atenção: a combinação “álcool + direção” pode ser fatal pois a bebida leva o motorista a desrespeitar as leis de trânsito e transmite excesso de confiança, fazendo com que a imprudência fale mais alto.

 

Para ler mais notícias, clique em blog.minasmaquinas.com.br  . Informações sobre a  Minasmáquinas visite nosso site. Siga-nos no Twitter e Facebook .

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *